16 formas criativas de ter ideias de negócio

Já escrevi aqui um artigo sobre como escolher a sua melhor ideia de negócio, e até sobre porquê que muitas ideias de negócio não dão certo. Porém, por vezes podemos ter os recursos, a vontade e até o conhecimento necessário para começar um negócio, mas não conseguir ter uma ideia original e realista.

As ideias de negócio são um dos recursos mais valiosos que o empreendedor tem. Ele continuará a precisar delas em toda a sua jornada empresarial, uma vez que excelentes ideias de negócio são algo que tem potencial para fazer a diferença entre negócios bem-sucedidos e negócios medíocres.

ideias

Se as tiver, pode trabalhar na sua implementação, pode mudar o mundo e pode construir um futuro melhor para todos. Mas se não tiver ideias de negócio, continuará a trabalhar na sua posição actual até que o seu negócio se torne obsoleto durante o tempo em que opera.

Foi com isso em mente que criei o quadro Negócios Autónomos, para que você possa captar algumas ideias e testar a sua implementação. Mas mais do que isso, quero partilhar 16 formas criativas que o ajudarão a ter diferentes ideias de negócio, independentemente de trabalhar em ideias de arranque ou na expansão do seu negócio actual.

1. Pense nas suas dores e desejos

No meu curso Alicerces de Platina falo muito com os participantes sobre como investir numa ideia de negócio que seja derivada de uma dor própria, que desperta um desejo não saciado.  Basicamente, pense no que lhe faz falta e crie um negócio que supra essa necessidade.

solução para dor

2. Escolha lugares onde a sua criatividade possa estar ao mais alto nível

A criatividade é vital para o brainstorming de ideias de negócio. Por isso, escolha cuidadosamente os locais onde a sua criatividade irá aumentar e esteja presente quando quiser fazer uma sessão de brainstorming.

3. Tenha sempre um bloco de notas à mão

Ainda ontem ouvi na rádio um psicólogo dizer que quando se anota algo no telemóvel a informação fica gravada na memória do telemóvel.; ao passo que se escrever à mão, ficará gravado na sua memória. Sem o bloco, haverá ideias em perigo de serem esquecidas, principalmente se perder o acesso ao seu aparelho telefónico.

4. Seja sociável

sociável

Vá a eventos de todas as tipologias que lhe interessem, incluindo feiras comerciais dentro e fora do seu sector. O cérebro também alimenta-se de interacções sociais.

5. Encarne o seu futuro cliente

A isso eu chamo ‘empatia na 1ª pessoa’. Se adoptar a dica número 1, isso será fácil, pois partilhará da mesma dor que o seu futuro cliente. Porém, se se tratar de uma dor que nunca sentiu, vai ter de usar um pouco mais de imaginação.

6. Viaje sempre que puder

Viajar aumenta a sua criatividade e, claro, expande a sua perspectiva sobre as coisas à sua volta. Mesmo nesta pandemia, faça o esforço de sair na sua zona de conforto, visite novas áreas da cidade ou dê uma vista d’olhos na série ‘Onde ir pra fora cá dentro do LNL’.

7. Olhe para os gigantes que admira

ideias

Por vezes, boas ideias podem surgir das grandes entidades que se encontram no mesmo campo ou em campos semelhantes ao seu. Por isso, não se esqueça de procurar nelas.

8. Rodeie-se de pessoas que o inspirem

A criatividade de outros pequenos empreendedores mostrar-lhe-á alguns caminhos futuros possíveis para o seu negócio.

9. Observe o que acontece à sua volta

Tem de ver o que está a acontecer à sua volta e o seu novo ou actual negócio. Por vezes as melhores ideias vêm das actividades do nosso quotidiano.

10. Leia muitos livros

Nos livros, pode encontrar muita informação e ideias de qualidade. A partir delas, é possível ver muitas tendências, opiniões, pontos de vista, etc. É uma excelente fonte de ideias empreendedoras.

Leia também: 5 livros que despertaram a empreendedora em mim & 5 fontes de informação gratuita.

11. Siga o que acontece na internet

internet

Siga o que está a acontecer na web. Não tem de estar inscrito em todas as newsletters nem seguir todas as contas de Instagram (para além da minha, claro), mas pontualize-se sobre as actualidades de quando em vez, como fonte de inspiração.

12. Inspire-se de dentro para fora

E falando em inspiração, ela é uma excelente base para começar a procurar a melhor ideia de negócio. Descubra o que o inspira, pratique um hobby ou ainda reactive uma antiga actividade de lazer.

13. Pratique o ócio produtivo

Aprenda a descansar de forma mais inteligente. Relaxe, sinta o momento e viva no presente. Dê tempo e espaço ao seu cérebro de se restabelecer, aumentando assim a sua produtividade.

14. Colabore

ideias

Faça trabalho voluntário, crie parcerias ou simplesmente ajude o seu parceiro a fazer uma tarefa que você nunca fez. Esta cooperação pode levar a novas ideias ou a melhorar as já existentes, sem falar que vai lhe deixar bem na fita da do seu parceiro.

15. Use o Google

Google é a maior base de dados de informação e ideias de negócios existente no mundo. Há muitas ideias, e ideias que podem ser melhoradas ou actualizadas.

16. Esqueça o que aprendeu na escola

O sistema educativo ensina-lhe as regras, procedimentos, responsabilidades e procedimentos. Nas sessões de brainstorming, não precisa disso, por isso, esqueça-as.

Conclusão

Deixar as ideias de negócio fluir só depende de si. Faça use das formas mais criativas que puder e divirta-se no processo. Por vezes será necessário desaprender e desapegar, só para dar espaço para uma nova ideia.

Enquanto isso, não se esqueça de ser um péssimo infeliz.

CONSULTORIA EXPRESS
A informação será transferida para o MailChimp ( + info )
O TEU NEGÓCIO TRANSFORMADO EM 1H. A oportunidade de partilhar os teus desafios de autonomia profissional, em busca de respostas que te possam ajudar. Os 30.000Kz mais bem investidos da tua vida!
O seu email será somente usado para os fins indicados.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *