Quer ver Angola de dentro para fora? Siga estes fotógrafos

Fotos de todos os fotógrafos mencionados neste artigo

Sabe aquele tipo de artista que o faz pensar que está a olhar para algo tridimensional em vez da convencional imagem plana? Sabe quando você sente que faz parte dessa imagem e ela devora-o, ao invés de ser você a olhar para ela?

Parece que você está dentro dela e de alguma forma consegue decifrar o que o artista quis transmitir no momento em que lançou o flash sobre aquela imagem. Comunicação sem palavras, mas poderosa.

É exactamente disto que falo quando menciono estes fantásticos fotógrafos angolanos que conseguem captar Angola de dentro para fora, através das suas lentes.

Sem mais demoras, deixe-me apresentar-lhe os fotógrafos angolanos que deve seguir para ver Angola de dentro para fora.


Jessé Manuel

Jessé Manuel

Bem, o primeiro é um fotógrafo angolano muito conhecido, da nova geração – Jessé Manuel. Nativo da Huíla, é um aventureiro, viajante e fotógrafo excepcional, que tira fotos de qualquer coisa que inspire vida, que cruze o seu caminho.

Ele documenta as suas viagens com fotos das pessoas com quem se depara, paisagens incríveis e os seus arredores. Também gosta de “congelar” momentos e interacções marcantes que acontecem durante a sua viagem. O seu estilo de imagem é colorido e vibrante.


Adilson Leão

ver angola de dentro para fora

O Adilson é da mesma província que o Jessé e tem um estilo semelhante. No entanto, ele consegue captar a natureza em grande esquema. Também é um aventureiro e viajante, que claramente adora cursos de água.

Ao segui-lo, você terá acesso à imagens de cachoeiras secretas, montanhas deslumbrantes e paisagens imponentes, como o deserto do Namibe e muitas outras. Ele vai, de facto, fazê-lo ver Angola de dentro para fora.


Mauro Sérgio

ver Angola

O Mauro Sérgio é na verdade um tipo de pessoa multifacetada, que faz muitas coisas muito bem. E uma delas é definitivamente a fotografia. Ele até já trabalhou para a National Geographic como explorador e fotógrafo em Angola.

É muito talentoso em fazer retratos, captar as expressões das pessoas e a natureza. É o tipo de artista que lhe mostrará de perto como os locais expressam as suas emoções e as dinâmicas sociais entre eles.


Carlos César

ver angola de dentro para fora

Mente criativa, cineasta, criador de curtas-metragens, viajante, amante da arte e extremamente apaixonado por fotografia, Carlos César é um homem de múltiplos talentos, com um gosto particular por fotografia a preto e branco.

Na sua página, você verá diferentes paisagens em cores, com tons mais profundos, escuros e calmos, não inibindo o poder dos lugares e paisagens que ele fotografa. Ele também adora retratos de perto.

Além disso, o Carlos tem mais duas páginas: World of nude, com fotos a preto e branco de mulheres nuas, e Chapas sem cores, dedicado a retratos de mulheres. Ambas muito profissionais e sedutoras.


Ivan Nteka

Ivan Nteka

Este é um jovem fotógrafo que comecei a seguir muito recentemente e, diferente dos outros acima mencionados, ele tem um interesse particular em ver e colocar as coisas em perspectiva. Literalmente.

Assim, na sua página, você verá muitas fotos panorâmicas. Aparentemente, ele tem uma paixão pela fotografia Eagle view (vista de cima), dando ao espectador uma sensação muito agradável da cidade e de como funciona a sua infra-estrutura.


Mbasi Alberto

ver angola

Mais um fotógrafo excepcionalmente talentoso é Mbasi Alberto. Ele tem um talento muito especial para aprimorar as suas fotos ao ponto de parecer que são pinturas, ao invés de fotos. Ele capta de perto os rostos de pessoas comuns nas suas actividades diárias.

O Mbasi brinca muito bem com tons naturais de laranja e preto e branco. Na sua página, verá ruas comuns de Luanda com pessoas nas suas dinâmicas sociais, com o trânsito e os vendedores ambulantes.

Portanto, estes são fotógrafos angolanos que admiro e acredito que fazem um trabalho mais do que justo fotografando o meu país natal. Se você gostaria de ver mais conteúdo que lhe permita ver Angola de dentro para fora, leia os artigos sobre as páginas do Instagram que devia seguir e os sites angolanos que lhe darão informações preciosas sobre o país.

Quaisquer dicas sobre mais páginas ou sugestões de conteúdo, basta entrar em contacto. Obrigada por ler e não se esqueça de ser um péssimo infeliz.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *